domingo, 27 de dezembro de 2009

Pedaço de couro



Idade da sabedoria e compreensão dos fatos e das pessoas
Idade em que a pressa se foi pois já se sabe que não adianta ter pressa

Idade onde se olha o mundo com olhos cansados e enrugados, é verdade, mas cheios de uma certeza que só o passar do tempo pode dar


Idade onde tanto se aprendeu e tanto se pode ensinar
Idade em que vêm as dores e a lentidão dos passos...mas se sabe que devagar também se chega longe

Todo mundo vai ficar velho um dia...a não ser que morra jovem.

Ciene



É muito triste assitir quase que diariamente atitudes (ou às vezes a falta delas) que demonstram o quão pouco se respeita os idosos em nosso país.
Vejo velhinhos e velhinhas que deviam ter seu lugar de honra em nossa sociedade serem a cada dia desrespeitados e aviltados em sua dignidade.
Já briguei num ônibus porque um senhor de idade viajava de pé enquanto uma mocinha de seus14, 15 anos ia confortavelmente sentada no lugar destinado aos idosos e, mesmo depois da confusão que eu fiz, ela não se mexeu do lugar.

Tempos modernos?

Aff!!!

Que tipo de educação estamos dando às nossas crianças, que tipo de adultos serão estes, que tipo de povo somos nós?

Que eu faça a minha parte, que você faça a sua, que este país mude seu modo de pensar, onde só o novo e o forte têm valor...acorda Brasil!


Domingo de aconchego pra você

beijo no teu coração

Um comentário:

Grace Olsson disse...

0i Ciene, tudo bem?

bjs e felzi Ano Novo...

OLha, aqui na Suecia, tem as casas de idosos. E a maioria deles, nao gosta de serd dependente de ninguem